• Governo do Rio já atuou em mais de 120 resgates à população gaúcha.



    Cão farejador do Corpo de Bombeiros reforça trabalhos de resgate. Polícia Civil abre pontos de doações



    Desde a chegada da primeira equipe fluminense no Rio Grande do Sul, na madrugada do dia 3 de maio, o Governo do Estado do Rio contabiliza mais de 120 resgates de pessoas e animais com vida nas áreas atingidas pela chuva. Os bombeiros foram os primeiros a chegar a bordo da aeronave AW169, com capacidade para voos noturnos e tripulação de 10 pessoas. Depois foram os agentes da Polícia Civil, tripulando também um helicóptero bimotor, capaz de voar à noite. Os militares da PM deixaram o Rio rumo à Canoas no fim da tarde de ontem (07/05).


    - A solidariedade está movimentando o mundo. Não nos furtaremos de apoiar no que for necessário ao governo Gaúcho, que vive um dos piores momentos de sua história de catástrofes naturais. Estamos mandando recursos e efetivo de acordo com a necessidade - enfatizou o governador Cláudio Castro.

    Doações e especialista de quatro patas



    Na tarde de ontem, o CBMERJ também enviou o cão farejador Rio, labrador de 4 anos do canil fluminense para apoiar os trabalhos de busca por vítimas. O cão é certificado nacionalmente e já participou de operações emblemáticas, como as tragédias de Petrópolis e Paraty, e as chuvas deste ano em Teresópolis. Ele e três militares da corporação desembarcaram no Sul em um voo da FAB.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Arraial do Cabo tá mudando pra melhor

    Arraial do Cabo tá mudando pra melhor

    Q Onda Moda Praia