• Etapa internacional de Surf rende mais de 70 milhões de reais injetado na economia local.


    Muito mais que projeção internacional, a etapa brasileira do Mundial de Surf da WSL rendeu excelentes números para o município de Saquarema! Nesta semana, a EY (Ernst Young), renomada empresa multinacional de serviços profissionais com sede em Londres, Inglaterra, enviou o relatório da consultoria prestada à WSL com os impactos do torneio na cidade. Com números bem acima dos inicialmente previstos, a competição se mostra como um dos principais eventos do calendário turístico e cultural saquaremense.

    O evento foi realizado em Saquarema entre os dias 23 e 30 de junho e injetou 73 milhões de reais na economia local. Com 54 surfistas profissionais de elite, a WSL montou a maior estrutura da história das competições em todo o planeta, com mais de 3.100 metros quadrados de área construída e 700 metros de extensão. Mais de 500 profissionais estavam envolvidos, sendo 228 saquaremenses.

    Com média de 40 mil pessoas por dia na praia, o evento foi o responsável pela ocupação total dos leitos hoteleiros da cidade. Esses mesmos turistas gastaram, diretamente, 27 milhões de reais na cidade, divididos da seguinte forma: 12 milhões em bares e restaurantes; 8 milhões em hotéis e pousadas; 3 milhões em demais serviços.

    Saquarema na vitrine do mundo

    Durante a etapa do Mundial de Surf, a visibilidade de Saquarema para o mundo teve grande crescimento. De acordo com dados da EY, 9,1 milhões de pessoas acompanharam as competições pela TV ou aplicativos de streaming, atingindo a marca de 2,9 milhões de horas assistidas. Nos canais SporTV, mais de 30 horas de programação liberadas para todo o planeta. O retorno de mídia para todos os patrocinadores foi avaliado em mais de 30 milhões de reais.

    Além da divulgação nas mídias tradicionais, 25% das pessoas souberam da etapa brasileira pelas redes sociais da Prefeitura de Saquarema. Outros 4% através das mídias de atletas e 14% pelas redes sociais da WSL. Matérias com impacto na imprensa geraram 1003 artigos durante o mês da etapa brasileira. Foram diversas menções à WSL e ao Oi Rio Pro durante a semana do evento em Saquarema nos principais canais de notícias do Brasil, da imprensa esportiva aos meios mais tradicionais de jornal. O CT e Saquarema foram mencionados ao longo de todo o evento, nas matérias de jornais, redes sociais e na televisão.

    “O relatório apresentado pela EY e pela WSL à Prefeitura nos deixou animados. São números consistentes, que demonstram como a cidade é beneficiada com a etapa brasileira do Mundial. É um torneio que mexe com o Turismo, com a Economia, com a cultura do Esporte e com o Meio Ambiente”, informou o secretário municipal de Esporte, Lazer e Turismo, Rafael Castro.

    “Não tem como falar do surfe no Brasil sem falar de Saquarema. A casa da etapa brasileira do Circuito Mundial tem uma história especial com a popularidade da modalidade no país. Saquarema recebeu uma excelente avaliação dos turistas presentes que prestigiaram o evento. O público que respondeu se voltaria para a cidade também respondeu se suas expectativas foram atendidas e 64% afirmaram que atendeu totalmente e 29% que tiveram suas expectativas
    superadas”, informou a Prefeita Manoela Peres.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Arraial do Cabo tá mudando pra melhor

    Arraial do Cabo tá mudando pra melhor

    Q Onda Moda Praia