• ABSURDO - Moradora de Cabo Frio, relata: "Fizeram a minha cesárea sem anestesia... (choro) ... Eu falei, mas me abriram assim mesmo."



    Este relato é de uma moradora de Cabo Frio, casada com um jovem morador do bairro da Gamboa, passou por momentos terríveis e mais uma vez o Hospital Municipal da Mulher está no centro de toda a situação. Há tempos que relatos de procedimentos errôneos tem sido cometido por médicos e suas equipes nesta unidade. Pacientes que tem passado por parto normal, opção tomada por equipes com explicação de ser mais seguro, mas o que pesa é muito mais a questão financeira do que qualquer outra coisa.

    Ouvindo Débora Lima de Souza Motta seguramos as lágrimas por imaginar o sofrimento desta mãe. Tudo começou no dia 15 de janeiro de 2022 quando a gestante, após um excelente atendimento pré natal no Posto do Itajuru, deu entrada no Hospital da Mulher. Com muitas dores , mas sem dilatação, ficou internada. Na madrugada do dia 16 a bolsa, com líquido amniótico, rompeu. Mesmo com dores e a bolsa estourada, a paciente ouviu da médica que o caso dela não era grave.

    o papai Rodrigo, a mamãe Débora com o filho Lorenzo e a pequena Milena. 

    "Comecei a ficar desesperada, eu me segurava de dor e a médica dizendo que iria colocar outras pacientes na minha frente. Por volta das 11 horas da manhã do dia 16 de janeiro, uma outra paciente que também iria fazer a cesárea tomou café então  teve que esperar. Eu fui para a sala de cirurgia no lugar dela. Quando aplicaram a anestesia eu disse a médica que havia algo estranho. O meu primeiro filho também foi de cesárea então eu percebi a diferença, pois eu continuava a sentir tudo. A anestesista brigou comigo dizendo para parar de me mexer, mas eu ficava imóvel, mesmo diante de muitas dores... (choro). Eu senti quando a médica me tocou, fizeram testes na minha perna com agulhas e eu avisei que estava sentindo (choro)...Aumentaram a anestesia, mesmo assim eu sentia a agulha na minha perna e então a médica decidiu prosseguir para não perder a anestesia. (choro)... Eu senti quando me cortaram, quando me abriram, eu gritava de dor e eles dizendo que era mentira. Fizeram um corte menor no mesmo local da minha primeira cesárea e meu bebê não conseguiu sair por que era maior, então forçaram minha barriga (choro)...Eu senti tudo. Somente quando a Milena nasceu que me tranquilizei. Aguentei tudo sem anestesia. Eu senti as dores no momento em que me costuravam... Na minha recuperação minhas pernas ficaram tão inchadas que parecia que eu tinha elefantíase... (choro)... Meu desejo é que nenhuma mãe passe pelo que eu passei ...(choro)." Declarou a Débora através de áudio.

    A recuperação dela está acontecendo mas o trauma causado por este procedimento ainda dói.

    A redação enviou um pedido a prefeitura da Cabo Frio mas não se pronunciaram a respeito deste assunto. A prefeitura responde aos questionamentos apenas com palavras mas as ações não modificam o quadro de desconfiança da unidade. 

    5 comentários:

    1. E por isso que eu fui direto pra Búzios eu tive parto normal o atendimento foi otimista eles mim deram anestesia tudo direitinho esse hospital da mulher ja foi bom agora ta uma merda

      ResponderExcluir
    2. O descaso com as mulheres pobres é grande . Minha filha teve bebê na cama no hospital Missão em São Pedro da aldeia. Qdo meu genro pediu ajuda foi ameaçado de que iriam chamar a polícia se ele incomodasse.

      ResponderExcluir
    3. Isso aconteceu comigo HÁ 11 ANOS com a médica que atende em búzios e Cabo Frio.

      ResponderExcluir
    4. Isso aconteceu comigo também a 9 anos atrás .
      No parto da minha filha o nome das médicas Denize e Gabriela eu senti tudo tbm. Tenho pavó desse hospital..

      ResponderExcluir
    5. Vi as fotos da reportagem e o sorriso na foto de uma pessoa que passou por uma cirurgia sem anestesia. A dor caso isto seja verdade teria simplesmente desmantelado a mãe psicologicamente ao invés de ela estar sorrindo desta maneira 48 hrs depois. Acho isto muito estranho.

      Qual teria sido o motivo que levaria uma equipe de médicos a realizarem a cirurgia sem anestesia tendo anestesista no hospital no dia. Eles queriam perder o emprego? Queriam ter seus diplomas cassados? São assassinos/torturadores?
      Me desculpem mas não engulo esta acusação. Me parece muito estranho uma equipe completa cometer este ato. Espero que isto seja investigado e que se realmente houve este ato que os médicos paguem mas se for uma acusação falsa que a justiça tenha o mesmo pulso forte para com quem tenha feito esta acusação.
      Isto é uma acusação. Ainda não existe provas apenas o relato. Não julgue sem provas. Minha filha nasceu neste hospital e o atendimento foi PERFEITO. A EQUIPE MEDICA FOI EXCELENTE. SÓ TENHO A AGRADECER A EQUIPE DO HOSPITAL DA MULHER DE CABO FRIO POR TRAZER MINGA MINHA FILHA AO MUNDO DA MELHOR FORMA POSSÍVEL.

      ResponderExcluir

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook