• No Hospital da Mulher, em Cabo Frio, induziram um parto por 17 horas. "Era para fazer uma cesárea, minha neta morreu." Declara a Avó em uma emissora de rádio.




    Na manhã desta quarta feira (15), mais uma denúncia a respeito de omissão da saúde de Cabo Frio. Uma menina de 25 anos, Maíse, primeira gravidez, sentiu uma dor de cabeça e foi buscar ajuda no Hospital Municipal da Mulher, no bairro Braga, em Cabo Frio, pois estava próximo de dar a luz. Este fato aconteceu no sábado (11). Passou por exames e recebeu a informação que poderia ir para casa pois não havia nada errado com a paciente, mas as dores não pararam. Ainda em dúvida por causa da dor, buscou atendimento no Hospital das Missões em São Pedro da Aldeia, onde fizeram outros exames e informaram que ela precisava passar por uma cesárea pois a criança já estava em sofrimento. Em São Pedro não havia vaga, então foi orientada a comparecer na manhã seguinte pois o médico que atendeu em São Pedro iria estar no Hospital da Mulher, em Cabo Frio. Ao chegar no local a grávida não conseguiu ser atendida pelo médico que a atendeu, então foi acompanhada por outras duas médicas. "Era o primeiro bebê, uma menina. Meu filho e minha nora acreditaram no que as médicas disseram, mesmo diante de uma orientação afirmando que precisavam de uma cesárea, as médicas induziram o parto normal por 17 horas. Minha netinha nasceu e morreu por causa do sofrimento, o líquido da bolsa já estava com fezes. Mataram minha neta no Hospital da Mulher. " Declarou por telefone a Rádio Ondas FM, no programa Amaury Valério, Dona Helena Vargas, revoltada afirmou que vai processar o hospital e as médicas.

    Segundo a família, as médicas ao final declararam que o casal não disse que a gestante precisava de uma cesárea, quando isso deveria ter sido identificado através de exames. Em São Pedro, o médico percebeu que o coração do bebê mostrava alterações, um indicativo do que chamam "sofrimento", mas em Cabo Frio, segundo a família, as médicas induziram o parto por 17 horas utilizando medicamentos vaginal.

    A Prefeitura de Cabo Frio não emitiu nota a respeito desta situação. 

    11 comentários:

    1. minha cunhada tá la para pedir ajudar mais eles mandam esperar ela tá dando febre cheia de dor e eles mandando ela ir pro upa um descaso eu tô grávida e já estou com muito medo

      ResponderExcluir
    2. Quantas mulheres ja nao sofreu nesse lugar?... Quantos casos desse infelizmente ja aconteceu?... Isso se repete ano a pos ano. E nunca fazem NADA. So dizem q vai investigar.
      Tive minha filha em 2018, sofri TODOS os tipos de violencia obstetricas. Hoje eu tenho 25 anos. Gracas a Deus minha filha sobreviveu. Vi enfermeiras quase cairem no tapas durante meu parto. Hoje eu tenho pesadelos, tenho vontade de tirar meu utero, pois o meu medo de passar por outro parto é enorme, acordo desesperada. Pelo oq eu passei nao desejo nem pro meu inimigo. É desumano. Ja vi pessoalmente a mulher voltar com o feto na bolsa pra pelicia, alem de ter perdido o bebe, teve q carregar o feto pra casa em um pote pra voltar depois para pelicia. Onde ficam os direitos das maes?. Ser mae pra mim se tornou um pesadelo. Triste.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Infelizmente não resolve. Mudou a diretoria parece, mas mesmo assim continuam os descasos. Deus guarde as mamães e os bebês naquele lugar!

        Excluir
    3. https://www.facebook.com/100006031183823/posts/1814115108799511/?d=n

      ResponderExcluir
    4. Tem que nos Informar o nome dos médicos que fizeram isso com ela muito triste 😢

      ResponderExcluir
    5. E digo mais com esse bosta desse prefeito que está aí agora a tendência e só piorar se o. Povo não for pra rua ainda vamos ver muito isso em cabo frio

      ResponderExcluir
    6. Infelizmente não sei por que agem assim prática antiga minhas duas filhas tiveram complicações por causa dessa idiotice meus sentimentos a essa mãe e essa avó agora eu queria saber do médico por que insisti nisso

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu te respondo pq partos normais gera mais dinheiro nos bolsos deles e Cesária ,eles ñ ganham, e como se fosse uma meta quantos mais partos normais mais eles ganham ,meus sentimentos a essa mãe e familiares muito triste ,mete um processo por negligência médica.

        Excluir
    7. Cesária só ganha se for particular né

      ResponderExcluir
    8. Ei comecei sentir dores 19/09/21
      Fui no hospital da missão em são Pedro. Me mandaram voltar no outro dia as nove horas.
      Minhas contrações cada vez mais fortes chegava me da falta de ar.
      Apareci no hospital novamente as seis da manhã.
      Graças a Deus correu tudo bem e eles me operaram as dez horas da manhã.
      Excelentes profissionais que me acompanharam.desejo que todas tenham uma boa hora

      ResponderExcluir

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook