• NOTA - SECTI esclarece sobre o processo seletivo do Unilagos e exonera servidor após áudio tentando "justificar" a não aprovação de uma amiga.

    Foi veiculado na rede social um áudio de uma pessoa que estava servindo ao Estado como assessor na Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, tentando justificar a não aprovação de um conhecido para integrar o corpo de funcionários do Unilagos. Na fala desta pessoa, ele afirma que algumas pessoas serão dispensadas em favor de outras. A SECTI informa que o processo não tem interferência de nenhum setor. Diante deste quadro, o Secretário, Dr. Serginho, exonerou o servidor e emitiu uma nota, que segue abaixo :

    Imagem de arquivo.

     

    "O processo seletivo de servidores do hospital Unilagos foi elaborado pela UERJ, dentro de sua autonomia administrativa e universitária, passando pelos critérios objetivos do edital e com ampla publicidade e transparência.

    Foram quase 10 mil inscritos no processo, tamanha a publicidade que se deu.

    A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) esclarece que o áudio veiculado não condiz com a realidade, tanto que o servidor buscava justificar a não aprovação de pessoa próxima a ele.

    Nenhum servidor teve acesso ao processo seletivo e a SECTI vai abrir uma investigação preliminar para apurar a disseminação de tais informações. 

    Mediante tal gravidade, o servidor foi exonerado.

    A UERJ, instituição pública que consta entre as maiores e mais prestigiadas do Brasil e América Latina, tem sua missão baseada em princípios de igualdade e pluralidade, prezando pela lisura e transparência dos processos licitatórios.

    Por fim, vale ressaltar ainda que a SECTI, suas vinculadas e o próprio secretário deram ampla divulgação do processo seletivo, seja pelas redes sociais ou mesmo por entrevistas concedidas, pelo secretário, à imprensa."

    Finalizou a nota da SECTI.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook