• Vigilância Ambiental de São Pedro da Aldeia implanta programas Vigiar e Vigisolo.




    Vigilância Ambiental de São Pedro da Aldeia implanta programas Vigiar e Vigisolo

    O objetivo é ampliar os serviços de prevenção e promoção da saúde da população

    Os programas Vigiar e Vigisolo são vinculados à Secretaria Municipal de Saúde de São Pedro da Aldeia, por meio da Vigilância Ambiental, que por sua vez é subordinada à Vigilância em Saúde. Os serviços visam levantamento de risco à saúde da população decorrentes da contaminação do solo por substâncias químicas.

    O “Vigiar” vai ser implantado visando a elaboração de Mapa de Risco para o município com a definição das áreas prioritárias para atuação; publicação do Plano de Contingência frente aos problemas das queimadas para a saúde humana; criação e distribuição de uma cartilha para orientar a população em áreas de risco em queimadas; divulgação de informações estratégicas a respeito de poluição atmosférica e saúde humana; definição de cenários de redução de concentração de poluentes atmosféricos em regiões prioritárias. Com isso, o “Vigiar” pretende evitar mortes, realizar eventos visando compartilhar as experiências da Vigilância em Saúde de populações expostas à poluição atmosférica e apoiar o desenvolvimento de estudos e pesquisas de interesse público.

    Já o programa “Vigisolo”, palavra conhecida nos meios de saúde pública e meio ambiente, pretende identificar e priorizar áreas com população potencialmente exposta a contaminantes químicos; desenvolver estratégia de gestão para atuação em áreas com populações expostas ou potencialmente expostas, incluindo avaliação de risco à saúde humana e protocolos de acompanhamento da saúde da população; coordenar e estimular ações intersetoriais entre as áreas de vigilância ambiental, epidemia sanitária, saúde do trabalhador, atenção básica e laboratórios de saúde pública; desenvolver, implementar, qualificar e realizar análise sistemática dos dados do sistema de informação de vigilância em saúde de populações potencialmente expostas a contaminações; monitorar indicadores; elaborar e implementar programa de comunicação de risco à saúde; apoiar o desenvolvimento de ações de educação em saúde e mobilização social e o desenvolvimento de estudos e pesquisas.

    Os dois programas vão priorizar regiões onde existam atividades de natureza econômica ou social que possam gerar poluição e que podem se tornar fator de risco aos moradores do local.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook