• Turismo solicita melhoras para as estradas no Estado do Rio de Janeiro.


    A duplicação da Rodovia RJ-106 (Maricá-Macaé) e a recuperação da Rodovia Serra-Mar (RJ-142), que liga a BR-101 a Nova Friburgo, são alguns dos pedidos que os 17 municípios que compõem a Costa do Sol e a Serra Verde Imperial (região serrana) levarão ao governador Cláudio Castro e ao ministro do Turismo, Gilson Machado, nesta segunda-feira, em Niterói. Eles participam, com o secretário estadual de Turismo, Gustavo Tutuca, do 1º Encontro de Gestores Públicos de Turismo Fluminense na Sala Nélson Pereira dos Santos, no Gragoatá. Tutuca vai apresentar na ocasião do Plano Estratégico da Secretaria de Turismo (Setur) para 2021, com foco no turismo regional.

    Com quatro municípios na categoria A do mapa do turismo brasileiro (Búzios, Cabo Frio, Macaé e Petrópolis) a Costa do Sol (12 cidades) e a Serra Verde Imperial (5 cidades) formam juntas a maior região turística do Estado do Rio. As duas são Instâncias de Governança Regional (IGR)100% formalizadas junto ao Ministério do Turismo e demais órgãos estaduais e federais. As duas IGRs buscam a retomada de mais de 50 negócios da atividade turística prejudicados com a pandemia.

    As IGRs organizadas lutam para que a secretaria de Turismo do estado siga as diretrizes do Programa de Regionalização do Turismo, que criou as IGRs em todo o Brasil; o Fundo Garantidor do Turismo (Fungetur), o Prodetur + Turismo e facilitou a captação de recursos financeiros para patrocínio de eventos geradores de fluxos turísticos.

    -- Esperamos que neste encontro possamos fechar a agenda da Setur com as duas regiões. A duplicação da RJ-106 e a recuperação da RJ 142 são necessidades urgentes da Costa do Sol e da Serra Verde Imperial. Precisamos de ajuda para resgatar os eventos gastronômicos, encontros de motociclistas, festival do surf, circuitos esportivos e o turismo rural – defendeu Marco Navega, presidente do Conselho de Desenvolvimento do Turismo da Costa do Sol (Condetur).

    A IGR da Costa do Sol é formada por 12 municípios (Búzios, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Macaé, Casimiro de Abreu, Maricá, Saquarema, Iguaba Grande, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Carapebus e Quissamã) e, a IGR Serra Verde Imperial, recentemente constituída, engloba Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Guapimirim.
    Ó Condetur também defende a pavimentação da Estrada do Nelore, que liga Arraial, Cabo Frio e Búzios e evita a passagem de turistas pela Favela do Jacaré, em Cabo Frio.

    -- Precisamos sair das promessas e partirmos para ações concretas possíveis de serem executadas com ajuda federal por não existirem recursos disponíveis no estado – concluiu Navega.

    Durante o encontro, também será apresentado o Programa de Capacitação para a Excelência do Turismo Fluminense pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio. O Plano Estratégico da Setur prevê investimentos em turismo de proximidade, com ações de divulgação dos destinos fluminenses em São Paulo, Minas Gerais e Brasília, além da realização de fóruns regionais. Também busca a aproximação dos municípios com o estado e a União no desenvolvimento do turismo.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook