• Em Búzios, jovem era mantida em cárcere privado pelo companheiro.




    A Secretaria de Desenvolvimento Social, trabalho e Renda, através da equipe do Centro Referência Especializada em Assistência Social (CREAS), recebeu uma denúncia neste domingo (22), que uma jovem estava sendo mantida dentro de casa sobre pressão psicológica, graves ameaças, seguidas de agressões no Capão, bairro Cem Braças.


    A equipe do CREAS, através da denúncia acionou a Policia Civil e com ajuda do proprietário do imóvel, adentraram a casa e localizaram a jovem, num cubículo, vivendo em condições de cárcere privado.


    A jovem estava sendo mantida pelo companheiro a um mês em local insalubre e inadequado, sem condições de ser habitado, além das constantes agressões verbais e corporais, também estava passando privação de comida. Em redes sociais a família, postou várias fotos a procura da jovem que foi morar com o namorado, e desde então não tinha mais dado notícias.


    A secretária Joice Costa, se solidarizou com a família, que estava há um mês em busca da jovem, e colocou a equipe do CREAS para dar total apoio a jovem agredida. “ É lamentável e inadmissível, ainda encontrarmos esse tipo de violência nos dias atuais. A violência psicológica com ameaças, seguidas de agressões, causam danos por anos, ou toda a vida. Nossa equipe está dando toda assistência necessária, para a jovem voltar ao convívio normal com seus familiares”, disse Joice.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook