• Saúde realiza conscientização sobre a hanseníase nas redes sociais, em São Pedro da Aldeia.




    A hanseníase, doença milenar que afeta principalmente a pele e os nervos, será tema das redes oficiais da Prefeitura de São Pedro da Aldeia neste fim de semana. A campanha Janeiro Roxo, dedicada à conscientização, à prevenção e ao tratamento precoce da doença, será celebrada com um vídeo explicativo, publicado na página oficial do Facebook (acesse aqui), neste domingo, às 10h. 


    Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade registrou, no último ano, três casos da doença. Desses, dois estão em tratamento pelo município. A pasta, no entanto, não descarta a possibilidade de subnotificação. A propagação da hanseníase acontece, normalmente, por infectados que não sabem que estão com a doença e tem contato próximo e prolongado com outras pessoas, como no convívio familiar, por exemplo. As chances de sequelas diminuem com o tratamento precoce.


    Os principais sinais e sintomas da hanseníase são aparições de manchas esbranquiçadas, acastanhadas ou avermelhadas na pele, com alterações de sensibilidade ao calor e/ou dor ao tato. Também são recorrentes formigamentos, choques e câimbras nos braços e pernas, que evoluem para dormência, além do surgimento de nódulos na pele, além da diminuição ou queda de pelos. 


    A partir deste mês, a Secretaria de Saúde promoverá treinamentos sobre a doença aos profissionais do município, a fim de potencializar a qualidade no atendimento à população. “Vamos trabalhar o aprimoramento dos nossos servidores com cursos programados. Já atualizamos o nosso fluxo de rede, que determina qual planejamento de atendimento do paciente diagnosticado, além do início da produção de conteúdos educativos sobre a doença”, pontuou a coordenadora do Núcleo de Ensino Permanente em Saúde (NEPS), Geandra Quirino. 


    Aqueles que apresentarem sinais e sintomas de hanseníase devem procurar a Unidade de Atenção Básica (UBS) mais próxima. A rede municipal também disponibiliza atendimento no Departamento de Doenças Infecto-Parasitárias (DIP), localizado na Rua Prefeito Waldir Lobo , s/nº, Morro dos Milagres (anexo ao Pronto-Socorro). O funcionamento do espaço acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, ou especificamente às quintas-feiras no mesmo horário.


    Os pacientes diagnosticados com hanseníase têm direito ao tratamento gratuito, disponível em qualquer unidade de saúde. O uso de medicamentos indicados interrompe a transmissão em poucos dias, trazendo a cura da doença.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook