• Dia da Consciência Negra: feriado com reflexão.




    Dia Nacional da Consciência Negra no Brasil evoluiu de uma simples data do calendário escolar para feriado com a publicação da lei n° 12.519, de 10 de novembro de 2011.

    A data desperta a reflexão de questões sobre racismo, discriminação, igualdade social, inclusão de negros na sociedade e a cultura afro-brasileira.

    Diversos Estados, entre eles o Rio de Janeiro, e mais de mil cidades no país adotaram a causa e instituíram a celebração do Dia Nacional da Consciência Negra por meio de leis municipais e decretos estaduais.

    O dia homenageia o líder do Quilombo dos Palmares, Zumbi, símbolo da resistência negra no Brasil, morto em uma emboscada pelas tropas coloniais brasileiras, no ano de 1695, após sucessivos ataques ao Quilombo de Palmares. Zumbi teve sua cabeça exibida em praça pública.

    Ele é considerado símbolo da resistência contra a escravidão, por isso, as entidades e organizações não governamentais dos movimentos negros no Brasil definiram esse dia para manter viva a memória dessa figura histórica e sua importância na luta pela libertação dos escravos.

    Racismo

    No Brasil, racismo é crime inafiançável e imprescritível, conforme Lei n° 7.716/1989. Denúncias podem ser feitas pelo Disque 100, do Ministério da Mulher, Família e Direito Humanos.

    O canal funciona diariamente, durante 24h por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. As ligações podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita, de qualquer terminal telefônico fixo ou móvel.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook