• Comando Geral da Pm recebe solicitação por mais policiamento no Peró, em Cabo Frio.



    O reforço do policiamento ostensivo na zona turística do Peró, em Cabo Frio, será pedido nesta segunda-feira ao secretário de Estado de Polícia Militar, Rogério Figueiredo, pelo presidente da Comissão de Turismo da Alerj, deputado Welberth Rezende, que já fizera o mesmo pedido, em 17 de agosto, ao comandante do 25º BPM, coronel Rodrigo Ibiapina. Na noite de domingo, um jovem foi baleado durante um assalto próximo ao posto dos salva-vidas, na orla do Peró.

    Segundo testemunhas, assaltantes que usavam motos abordaram um grupo de jovens que estava na areia da praia por volta de 21h15m ouvindo música. Eles queriam aparelhos celulares e um equipamento de som. Um dos jovens reagiu e foi baleado pelos criminosos. A vítima foi ferida com um tiro no pescoço e outro na barriga. O rapaz, socorrido por uma ambulância, foi operado e seu estado é regular, sem risco de morte.

    -- Não entendo por que há segurança pela manhã e à tarde na praia e à noite nenhuma. Há uma necessidade de uma segurança maior no horário noturno na orla – apelou o morador Arlindo de Souza Carvalho nas redes sociais.

    No ofício encaminhado dia 17 ao comandante do 25º BPM, o presidente da Comissão de Turismo destacava a necessidade de reforçar o patrulhamento na orla do Peró, “única praia a ostentar o selo internacional Bandeira Azul entre as belas praias da Região dos Lagos.” Na ocasião, o mesmo pedido foi feito foi feito pela Secretaria de Governo, que também integra a comissão da Bandeira Azul. A presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Patrícia Cardinot, na mesma ocasião reiterou o pedido ao coronel Ibiapina.

    A sociedade civil também se preocupa há anos com a segurança na zona turística do Peró. Um abaixo-assinado, que já conta com cerca de 500 assinaturas, pede à Polícia Militar que ocupe ou que ao menos transforme em ponto-base de policiamento o prédio construído na Praça do Moinho, zona central do Peró, para ser um Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO), que ficaria a poucos metros da orla.

    Segundo os moradores, os assaltos são praticados por bandidos, procedentes de outros bairros de Cabo Frio, que chegam de moto aproveitando-se da falta de policiamento nos acessos ao bairro através da via que liga a Estrada do Guriri à Avenida dos Pescadores. Há um posto da PM na Ogiva, mas o acesso há muitos anos não é utilizado por quem acessa ou deixa o Peró.




    FOTO: Moradores pedem a ocupação do prédio construído para a PM na Praça do Moinho.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook