• Equipe da Dra.Patrícia Paiva prende suspeito de estupro de criança, em Arraial.




    Policiais civis da 132ª DP (Arraial do Cabo), com o comando da Dra. Patrícia Paiva Aguiar, prenderam, na tarde de quinta-feira (28), um homem suspeito de estuprar menores de idade. Os investigadores chegaram até o criminoso, que tem 55 anos e mora no Centro de Arraial do Cabo, após denúncia do pai de um menino de 11 anos, que foi abusado sexualmente. O homem foi capturado em um bar. Ele é parente distante da vítima e frequentava a casa da família. As investigações revelaram que o criminoso vinha abusando da criança há quase um ano.

    Para se aproximar do menino e atrai-lo até sua casa, o suspeito oferecia a ele pequenas quantias de dinheiro. Em depoimento, testemunhas relataram que o homem tinha o hábito de dar dinheiro a várias crianças da vizinhança. O pai do menor suspeitou dos abusos ao verificar o aparelho celular do filho e encontrar mensagens e áudios enviados pelo criminoso. Ao questionar o menino, ele acabou contando o que vinha acontecendo e o pai procurou imediatamente a delegacia.

    “Assim que os pais nos procuraram, nós aceleramos as investigações, diante da urgência que um caso como esse necessita. Também tínhamos recebido a informação de que o criminoso estava se movimentando para fugir definitivamente da cidade. Contamos com o engajamento e a celeridade do Ministério Público e da Justiça para conseguir um mandado de prisão temporária contra o suspeito”, disse a delegada Patrícia de Paiva Aguiar.

    A Justiça também expediu mandado de busca e apreensão para os aparelhos do criminoso, como computador e celular. A delegacia investiga agora outro caso de estupro contra uma menor de idade que também teria sido praticado pelo suspeito.

    A delegada Patrícia de Paiva Aguiar destacou a importância de outras possíveis vítimas procurarem a polícia e lembrou que denúncias e informações podem ser enviadas, anonimamente, para o Whatsapp da delegacia, no telefone (22) 98113-6585.

    “Aproveitamos para alertar aos pais sobre a necessidade de ficarem sempre vigilantes em relação aos filhos, principalmente, porque, em grande parte das vezes, os molestadores e estupradores são pessoas próximas à família da vítima. Foi graças à postura do pai dessa criança que pudemos chegar ao criminoso”, completou a delegada.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook