• Em apenas 1 dia a Prolagos encontrou 13 imóveis comerciais com ligações irregulares de água .



    Lanchonete, salão de beleza, loja de piscina e um píer estão entre os imóveis comerciais com irregularidades encontradas durante uma operação de fiscalização realizada pela Prolagos. Nesta ação deflagrada nos municípios de Armação dos Búzios, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia foram encontrados 13 casos de fraudes, sendo 10 reincidentes com registros desde 2017. Furto de água é crime, de acordo com o artigo 155 do Código Penal, com pena de 1 a 5 anos de prisão e multa. A infração também é passível de multa e cobrança retroativa do consumo.

    Em Cabo Frio foram registrados quatro casos, dois no Parque Burle e outros nos bairros Jardim Olinda e Gamboa. Em Iguaba Grande, um na Cidade Nova e três no bairro Iguaba Pequena. Na vizinha São Pedro da Aldeia as irregularidades foram encontradas no Centro, São João e Balneário. Búzios teve uma fraude em Manguinhos e outra no bairro São José. Entre as fraudes encontradas estão a conexão indevida do imóvel à rede pública de água e adulteração do hidrômetro para impedir a medição correta. Todas as irregularidades foram imediatamente desfeitas e boletim de ocorrência registrado.

    As ações de fiscalização fazem parte do programa de combate a fraudes da Prolagos, que, desde 2013, já registrou aproximadamente 70 mil casos. Apenas em janeiro deste ano foram encontradas 2.251 irregularidades, entre elas a de um camping clube, em Cabo Frio, que utilizava uma ligação clandestina pela lateral do imóvel para se abastecer, e um estande de vendas de um empreendimento imobiliário em Arraial do Cabo, onde havia vazamento de água tratada.

    Os ‘gatos’ de água, como são popularmente chamados, podem provocar prejuízos em todo o sistema de distribuição. “Quando alguém faz uma intervenção indevida na rede pode comprometer o abastecimento de toda a cidade, inclusive, com risco de contaminação da água. Vamos intensificar cada vez mais este tipo de operação, afinal, as estatísticas apontam que quem faz esse tipo de irregularidade consome em média oito vezes mais água do que um usuário regular. Contamos com o apoio da população para denunciar casos suspeitos”, comentou o Gerente Comercial da Prolagos, Vitor Gabriel.

    A denúncia pode ser feita por qualquer canal de atendimento da concessionária, como redes sociais, SAC 0800 70 20 195 ou (22) 2621-5095, Whatsapp (22) 99722-8242 ou ainda pelo aplicativo Águas App, disponível para download para os sistemas Android e iOS. O anonimato é garantido.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook