• Servidores da Mobilidade Urbana participam de competição tecnológica em Porto Seguro.


    Seis competidores cabo-frienses participaram no fim de semana do Hackathon+ Porto Seguro, um desafio tecnológico para desenvolver soluções criativas. Durante trinta e três horas, os maratonistas entregaram grandes ideias, pensadas para o desenvolvimento da melhoria da experiência do turista. Todos os representantes do município são servidores da Secretaria de Mobilidade Urbana. O evento aconteceu no sábado (21) e domingo (22), no Eco Bahia Hotel. 

    Os desafios dos competidores eram promover três soluções tecnológicas: 1- acessibilidade e mobilidade para o turista; 2- monitoramento, avaliação e acompanhamento das experiências do turista; 3- informação, comunicação, interação e ofertas do destino.

    “Como uma das temáticas era mobilidade e acessibilidade para o turista, incentivamos que alguns dos funcionários da Secretaria se inscrevessem e participassem do desafio. Eles tiveram contato com pessoas de várias partes do país e com certeza votaram com mais ideias para contribuir para a mobilidade da cidade”, explicou Everaldo Loback. 

    A equipe inicial de Cabo Frio era composta por 1 engenheiro civil, 1 jornalista, 1 design e três estudantes da área de engenharia civil e de produção. No entanto, após uma dinâmica do evento, os participantes cabo-frienses foram redistribuídos com maratonistas de todo o país, formando 2 novas equipes que levaram o 2º e 3º lugares da premiação. 

    O projeto que conquistou o 2º lugar foi o Métricas Tur, uma aplicação web que captura informações em tempo real através de leitura de QR Code, utiliza ferramentas de gameficação e rede de descontos. O designer, Pedro Hugo Viotti, de 27 anos, iniciante no mundo das maratonas tecnológicas, foi um dos integrantes desta equipe. Ele atuou no perfil designer/comunicação. 

    “Foi um momento muito bom também para networking. Apesar de ser minha primeira vez num hackathon, sempre fui ligado ao empreendedorismo e foi uma ótima surpresa o segundo lugar”, contou.

    O terceiro lugar foi do projeto Trible – mobilidade + turismo, um aplicativo que integra locação de bicicletas compartilhadas, com monitoramento por GPS e oferece rotas personalizadas focadas na experiência de mobilidade do usuário. 

    Entre os integrantes estavam o jornalista, Bruno Scotti (perfil de negócios); estudante de engenharia civil, Daniel Marques (perfil desenvolvedor); o estudante de matemática, Dalton Nunes (perfil de negócios); o engenheiro civil, Vinicius Marques (perfil especialista na problemática); e o estudante de engenharia de produção, Gustavo Moreira (perfil desenvolvedor). 

    A premiação para o 2° lugar foi: 3 licenças Cronapp, 2 meses de trabalho na estação SEBRAE Salvador online ou presencial, 7 horas de mentoria online ou presencial. E para o 3° lugar: 3 licenças Cronapp, 1 mês de trabalho na estação SEBRAE Salvador online ou presencial, 5 horas de mentoria online ou presencial.

    2 comentários:

    1. E, eu continuo querendo saber: o que faz e para que serve essa secretaria de mobilidade urbana de Cabo Frio?

      ResponderExcluir
    2. BANDO DE VADIOS, NÃO FAZER PORRA NENHUMA, E QUANDO FAZEM SÓ FAZEM MERDA, VIAJAR PRA FAZER TURISMO COM DINHEIRO PÚBLICO E MOLE , VADIOS

      ResponderExcluir

    Degs Game

    Degs Game

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook