• Guardas ambientais se reúnem para abertura do defeso da Lagoa de Araruama.



    Guardas ambientais de cinco cidades no entorno da Lagoa de Araruama e agentes da Unidade de Policiamento Ambiental (Upam) se reuniram, nesta quarta-feira (31), para a abertura do período de defeso, que vai do dia 1º de agosto ao dia 31 de outubro. 

    A reunião foi para disponibilizar o material aprovado pelo Comitê de Bacia Hidrográfica para dar apoio à fiscalização durante a proibição da pesca no ecossistema. Também foram prestadas informações aos pescadores sobre a proposta de separação do defeso da Lagoa de Araruama em duas partes, sendo um período exclusivo para o defeso do camarão e outro para as demais espécies.. 

    Estiveram presentes representantes de entidades de pesca, das prefeituras de São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Iguaba Grande e Araruama, além da Upam e da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj). 

    "Neste ano estamos conseguindo atender a solicitação do Comitê de Bacia, destinando material de apoio à fiscalização com a disponibilização de combustível, estrutura de trabalho e alimentação para os fiscais", disse a secretaria executiva do Consórcio Lagos São João, Adriana Saad. 

    O Comitê de Bacia Hidrográfica pediu R$ 71,1 mil para apoio à fiscalização. O recurso foi captado pelo Consórcio junto ao Fundo de Recursos Hídricos (FUNDRHI), do Instituto Estadual do Ambiente.

    "O Comitê tem essa função de fazer uma gestão democrática e aprovar políticas públicas voltadas para o desenvolvimento da pesca na região. O defeso da lagoa é um período importante para a reprodução das espécies. A fiscalização irá atuar tanto no controle da pesca como nos casos de esgotos lançados irregularmente na lagoa", disse o presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João, Leandro Coutinho. 

    Na ocasião, pescadores presentes voltaram a pedir a separação do defeso em duas partes. O presidente da Câmara Técnica de Pesca do Comitê de Bacia, Francisco Guimarães (Chico Pescador), explicou que a mudança foi solicitada e está sob análise do Ministério do Meio Ambiente e na Superintendência de Pesca do Governo Federal.

    "Estamos todos neste objetivo comum, que é a separação do defeso em duas partes. Isso é o ideal e nós já fizemos a solicitação. Sem dúvida é uma medida que vai beneficiar o pescador", afirmou Chico.

    Representando o prefeito de São Pedro Aldeia, Cláudio Chumbinho, que é o presidente do Consórcio Lagos São João, o secretário municipal de Governo, Eronildes Bezerra, pediu união pela lagoa. 

    "Esse é o momento de estarmos unidos e buscando o bem da lagoa, que é fundamental para a sobrevivência de tantas famílias. Convido os pescadores para uma reunião na semana que vem, porque acredito que é preciso diálogo para conseguirmos avançar na proteção da lagoa. O prefeito Chumbinho está empenhado em acelerar o processo no Governo Federal para a separação do defeso em duas partes", declarou Eronildes.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Degs Game

    Degs Game

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook