• Proposta do governo de Arraial é rejeitada pelo SEPE que promete fazer ato no aniversário da cidade.



    O SEPE se reuniu com o governo de Arraial do Cabo para tratar de reajuste anual do salário e pagamento de benefícios que ainda não foi feito. Mas em assembleia os servidores da Educação não aceitaram a proposta e deliberaram sobre o assunto decidindo inclusive, caso não se resolva antes, realizar um ato no dia 13 de maio, dia do aniversário da cidade . 

    Deliberações da assembleia de Arraial do Cabo, realizada  no Colégio Francisco Porto:
    - a proposta de reajuste apresentada pelo governo foi rejeitada;
    - a categoria propôs reajuste sem escalonamento em maio e negociação do retroativo;
    - pedido de audiência, em caráter de urgência, com assembleia posterior a mesma;
    - apoio à greve geral do dia 15/05 contra a reforma da previdência, com ato unificado com Cabo Frio, às 18h;
    - campanha nas redes sociais sobre tudo o que não foi feito pelo governo e é lei;
    - Indicativo de ato no dia 13, caso o governo não agende audiência;
    - denunciar o descumprimento da reserva de 1/3 da carga horária;
    - cobrar do governo a chamada dos aprovados no concurso público com o objetivo de reduzir o número de contratos;
    - aguardar um parecer do jurídico sobre o ingresso de ação coletiva ou individual referente às demandas da categoria;
    - protocolaço no Ministério Público de Cabo Frio denunciando o não cumprimento da redução da carga horária;
    - pagamento do 13º de 2017 para quem tomou posse no meio do ano e não recebeu;
    - informativo do movimento para os pais dos alunos;
    - assembleia um dia após a audiência com o governo. Mas, se a audiência for depois do dia 15/05 e as reivindicações não forem atendidas, realizar ato no dia do desfile cívico, dia 13/05.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Degs Game

    Degs Game

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook