• ALERJ debate em audiência proliferação de "pardais" nas rodovias.



    A instalação de radares fixos e móveis, conhecidos popularmente como “pardais”, nas rodovias de acesso à Região dos Lagos e em outros pontos do estado, uniu deputados das comissões de Transportes e de Turismo da Alerj. O assunto será debatido em audiência pública conjunta nesta quarta-feira (8-5), às 12h30, no Palácio Tiradentes.

    Embora as rodovias estaduais estejam com muitos buracos, sem sinalização e com mato nos acostamentos, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) autorizou uma empresa terceirizada a instalar 99 radares nas estradas que ligam Niterói a Macaé, incluindo as rodovias da Região dos Lagos. Além disso, na maioria dos casos, a velocidade foi reduzida de 60 para 50 quilômetros por hora.

    Entre as rodovias que receberam radares fixos e móveis está a Via Lagos, apontada como a mais segura do estado, que não registrou um único óbito em conseqüência de acidentes de trânsito em 2018 e nos primeiros meses de 2019 nos seus 55 quilômetros de extensão. Presidente da Federação dos Conventions Bureau do Estado do Rio, Marco Navega disse que a medida do DER “foi um golpe no turismo do Estado do Rio”.

    -- É muito difícil ir e voltar hoje da Região dos Lagos sem receber uma multa. Os “pardais” ficam escondidos e confundem os motoristas. É uma verdadeira operação caça-níqueis em prejuízo do turismo fluminense – lamentou Navega.

    Um comentário:

    1. Devem ser retirados com urgência. Radares instalados afim de roubar os motoristas.

      ResponderExcluir

    Degs Game

    Degs Game

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook