• Cabo Frio apresenta projeto de revitalização da Praia do Peró, em Cabo Frio.



    O prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno, vai apresentar nesta sexta-feira, às 10 horas, o projeto de revitalização da orla da Praia do Peró, que é a única praia do interior fluminense a possuir a Bandeira Azul, certificado internacional de qualidade de praias e marinas. O projeto prevê novos quiosques, arborização, novos acessos e outros serviços nos 500 metros do trecho certificado, na zona urbana do Peró. A Bandeira Azul será arriada e voltará a ser desfraldada em novembro, após a realização das obras.

    A revitalização da praia vai atender aos requisitos exigidos pela coordenação nacional da Bandeira Azul para que o certificado seja renovado pelos júris nacional e internacional do programa. São 34 itens, nos quais se destacam a qualidade da água do mar, acessibilidade, segurança e ordenamento do espaço público. O novo projeto é desconhecido da comunidade, mas a prefeitura garante que a nova orla será um modelo de urbanização e que vai atender aos requisitos da Bandeira Azul:

    -- A primeira fase do Bandeira Azul está chegando ao fim e a bandeira, que tanto nos orgulha, descansará por alguns meses. A bandeira descansa, mas há muito trabalho pela frente para que possamos voltar exibir orgulhosamente nosso estandarte. Hoje os ganhos são visíveis e serão ainda maiores. Sobre o projeto, serão novos quiosques, duchas, acessos. O projeto está lindo – garante o secretário de Desenvolvimento de Cabo Frio, Felipe Araújo.

    Responsável pelo premiado projeto técnico da orla da praia de Costa Azul, em Rio das Ostras, o arquiteto Maurício Pinheiro disse que a orla da Praia do Peró merece um plano urbanístico de qualidade pela beleza do lugar, premiado com a Bandeira Azul. Ele sugeriu a recuperação urgente da vegetação, com plantas fixadoras de dunas, entre os quiosques e a praia. E defendeu a manutenção do trânsito exclusivo de pedestres na orla:

    -- Praia não é lugar de carro. Só devem passar veículos de serviços e dos moradores autorizados. A recuperação da restinga é primordial e a iluminação pública deve ser de qualidade, por questões de segurança e para mostrar a beleza da praia à noite – sugeriu o urbanista.

    Maurício Pinheiro lembrou que a revitalização e a Bandeira Azul darão uma visibilidade internacional à Praia do Peró. Ele destacou como ponto básico a abertura de acessos controlados à praia para não prejudicar a vegetação e dar facilidade às pessoas, em especial aos portadores de necessidades especiais e idosos:

    -- Acessos em qualquer lugar destroem a vegetação. Não existem mais obras públicas sem acessibilidade, é como se fazer um banheiro sem água e vaso sanitário. Bom também que se usem materiais simples, como madeira, vidro e aço inoxidável no mobiliário, que não pode ser permanente. A praia é para as pessoas. Quem quer conforto, que vá ao restaurante. É preciso também uma profusão de lixeiras e muito cuidado com o processo de concessão do uso do solo, que deve focar na coisa pública e não na privada – aconselhou.

    A cerimônia de sexta-feira será realizada na orla da praia, junto a Bandeira Azul. A coordenação da Bandeira Azul fará um balanço dos resultados da primeira fase; a arquiteta Anne Apicello e o prefeito Adriano Moreno apresentarão o projeto de revitalização da orla; e, após a fala do coordenador de Meio Ambiente, Mário Flávio Moreira, e do prefeito Adriano Moreno, haverá demonstração de salvamentos no mar com auxílio de drones.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Degs Game

    Degs Game

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook