• Peró comemora sucesso da campanha de limpeza no fim de semana.



    Grandes vilãs ambientais, as bitucas de cigarro foram o micro-lixo mais recolhido, no sábado e domingo, por voluntários que participaram do projeto Peró de Ponta a Ponta, na Praia do Peró, em Cabo Frio. A ação, que contou com apoio do Ministério Público Federal, mobilizou mais de 300 pessoas, nos dois dias, em trilhas e coleta de micro-lixo na praia que é a única que tem a Bandeira Azul no interior fluminense.

    Segundo o biólogo Otávio Menezes, do movimento Amigos do Peró, o estrago provocado pelas bitucas de cigarro no meio ambiente é muito maior do que muita gente imagina. Lembrou que elas se desintegram formando microplásticos que são facilmente consumidos por animais que vivem nos oceanos. A campanha de limpeza também contou com a participação de mergulhadores para retirar o lixo do fundo do mar.

    -- O problema pode ser facilmente corrigido com a conscientização dos fumantes, uso de um equipamento para retirar o micro-lixo durante a limpeza das praias e também com a colocação de cinzeiros especiais nas mesas dos quiosques – sugeriu Menezes.

    No sábado, os voluntários, com apoio da coordenação do projeto Bandeira Azul, da Companhia de Limpeza de Cabo Frio e da Guarda Marítima e Ambiental, fizeram uma trilha do Pontal do Peró até a Praia das Caravelas, em Búzios. Participaram, também, 47 integrantes do movimento Anda Rio das Ostras, e o coordenador de Meio Ambiente de Cabo Frio, Mário Flávio:

    -- Esta parceria do poder púbico com a sociedade é fundamental para o sucesso das ações voltadas para a preservação do meio ambiente. Sozinhos não fazemos nada, é necessária a participação de todos para um ambiente melhor – disse o coordenador.

    No domingo, o projeto Peró de Ponta a Ponta se concentrou na tenda na área certificada com a Bandeira Azul. A concessionária Prolagos apoiou com água potável para todos e com o teatrinho infantil “Prolaguitos”, com mensagens voltadas para a preservação do meio ambiente. Remadores de canoas havaianas, mergulhadores e o ambientalista Ernesto Galiotto também participaram, este último dando voos rasantes com seu monomotor Mico-Leão Voador.

    Caminhantes recolheram lixo espalhado na trilha das Pitangueiras e no trecho da Praia das Conchas que fica no Parque Estadual da Costa do Sol. Outro grupo fez a limpeza no trecho da Bandeira Azul. Entre eles, Machado Silva, dos amigos do Peró. Todo o lixo recolhido foi separado e catalogado.

    -- Ao contrário de campanhas anteriores, não havia muito lixo na praia. Foi bom constatar que as pessoas que acompanham o projeto Bandeira Azul estão se conscientizando sobre a importância de manter a praia limpa. E a Comsercaf está fazendo um bom trabalho na limpeza da praia. Várias pessoas nos procuraram para aderir ao movimento de limpeza – comemorou Machado.

    Na tenda, evangélicos da Igreja Batista do Peró aderiram à campanha de limpeza e prometeram participar das próximas ações. Também estavam lá professores e alunos da Universidade Veiga de Almeida. Eles trabalham em pesquisa sobre o meio ambiente no Peró após a Bandeira Azul. E aceitaram o pedido de moradores para a elaboração de um estudo técnico para arborização urbana do Peró com espécies típicas da região.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook