• Praia do Peró terá base de Operações.



    A Praia do Peró, em Cabo Frio, terá uma base de operações, instalada numa casa da Avenida dos Pescadores, para concentrar todos os órgãos municipais envolvidos na fiscalização da praia, em especial o trecho de 500 metros certificado com a Bandeira Azul. Esta casa – a poucos metros da orla – será desapropriada pela Prefeitura de Cabo Frio. O anúncio foi feito durante a reunião do Conselho Gestor do projeto Bandeira Azul.

    Com a base de operações, a presença da fiscalização será mais permanente e integrada, segundo garantem os coordenadores do Bandeira Azul. O local será o ponto de referência dos fiscais de posturas, guardas municipais e agentes da guarda marítima, além de servir de apoio para outros agentes públicos. Foi anunciado, também, que mais quatro servidores municipais foram treinados e integrados ao Bandeira Azul para ajudarem a coordenação em dois turnos, das oito às 20h.



    -- Com a centralização dos serviços, o projeto Bandeira Azul vai ganhar muito. Além de facilitar o trabalho da coordenação e dar mais condições de trabalho aos agentes, o local será um ponto de referência para demandas levadas por todos aqueles, moradores ou turistas, que zelam pela preservação ambiental do Peró – disse o biólogo Octávio Menezes, que representou os Amigos do Peró na reunião do Conselho Gestor.



    Os Amigos do Peró também pediram mais rigor na fiscalização do trânsito e na segurança, especialmente depois das 18h. A coordenação explicou que estão chegando placas de sinalização e que já foi resolvido o problema da falta de talões de multa para punir motoristas infratores, sobretudo nos acessos. A Prefeitura não respondeu a solicitação sobre a presença de agentes com motos (para facilitar a locomoção) e reboques nos fins de semana e no Carnaval.



    Sobre a segurança noturna na zona turística, o comandante do 25º BPM, coronel Roberto Dantas, designou o major Figueiredo, chefe de operações, para atender ao pedido de moradores e turistas sobre desordem na orla do Peró depois das 18h. A Prefeitura e a PM não definiram o destino da Base Operacional da Guarda Municipal e da PM na Praça do Moinho, atualmente ocupada por guardadores de carros.



    Durante a reunião, representantes da Secretaria de Educação sugeriram mais placas educativas e informativas ao longo da orla para orientar os turistas. A coordenação garantiu que o problema da falta de água no chuveiro público será resolvido e que uma nova rampa para acesso de portadores de necessidades especiais será construída em frente ao Hotel Paradiso. E que serão feitos ajustes no projeto da primeira rampa, ao lado do posto do GMAR.



    Sobre a presença de cães na praia (infração prevista em leis municipal e estadual), será dado um prazo para as pessoas que criam animais soltos na praia. Logo em seguida, eles serão recolhidos ao canil municipal. No caso de animais em coleiras, os proprietários serão primeiramente advertidos pelos fiscais de posturas, estando sujeitos a multas em caso de reincidência.



    Os coordenadores do Bandeira Azul informaram que representantes de várias secretarias estiveram no Peró para anotarem as pendências sobre a execução do projeto. Os problemas emergenciais serão resolvidos imediatamente, mas as grandes obras da segunda etapa do projeto só vão começar depois do Carnaval para evitar transtornos para os comerciantes e banhistas.




    FOTOS: Marcelo Valente (Ondas do Peró)

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook