• Diretora do CCS Cabo Frio /Tamoios pede reforços urgentes para o Governador



    Na alta temporada, a superpopulação nas cidades da Região dos Lagos representa um grande desafio para as forças de segurança. Por conta disso, a diretora social do Conselho Comunitário de Segurança Pública (CCS) Aisp 25º BPM Cabo Frio/Tamoios, Patricia Cardinot, pediu reforços, em caráter de urgência, ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

    O ofício com a lista de pedidos foi entregue pela diretora do CCS em mãos a Witzel durante a visita dele ao Aeroporto Internacional de Cabo Frio, na tarde deste sábado (12), ocasião em que o governador debateu o turismo da região com prefeitos e lideranças do ramo.

    "O governador recebeu o ofício de forma muito solícita e atenciosa. Ele se comprometeu a dar total atenção às reivindicações", diz Patricia Cardinot.

    O documento solicita pelo menos 200 homens para reforço diário do 25º BPM até o carnaval, além de seis motocicletas, seis quadriciclos e 20 viaturas novas para substituir as atualmente existentes, que se encontram totalmente sucateadas.

    Para a Polícia Civil, mais uma série de necessidades: o reforço de quatro viaturas para a 126ª DP (Cabo Frio) e de seis policiais civis até o carnaval, recursos para abertura de uma extensão temporária de atendimento da 126ª DP em Tamoios, evitando que moradores e policiais tenham que se deslocar até o Centro da cidade por conta do registro de ocorrências, e verba para a instalação de nova delegacia no segundo distrito, cujo espaço já está definido.

    "Se por um lado o crescimento do turismo é motivo de otimismo para os empresários e para o poder público, por outro lado é motivo de preocupação na mesma intensidade para esses atores e para a sociedade em geral, na medida em que também atrai grande número de pessoas que buscam oportunidade para a prática de crimes das mais variadas naturezas, sem que haja um aumento proporcional dos meios e recursos de combate à criminalidade, prejudicando substancialmente o turismo e a qualidade de vida das pessoas na região", escreveu Patricia, que também é Presidente da Associação de Moradores Centro Forte Cabo Frio, Diretora da FAMOCAF (Federação das Associações de Moradores) e Conselheira do COMTUR Cabo Frio.

    Patricia destacou, para exemplificar o momento crítico pelo qual passa a segurança pública na região, que a PM dispõe de apenas três viaturas para a cobertura de todo o segundo distrito de Cabo Frio. "Esse número de viaturas é insuficiente para atender à própria demanda ordinária da região, quanto menos para oferecer um mínimo de segurança à população nos meses de temporada".

    A diretora do CCS lembrou ainda que o 25º BPM é responsável pela segurança pública de sete municípios (Cabo Frio, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Araruama e Saquarema), "sendo desnecessário pontuar a impossibilidade de garantir ou mesmo de oferecer uma segurança pública de qualidade à toda essa população no período de temporada e também no carnaval, quando os meliantes, cientes dessa deficiência da segurança pública, se aproveitam da fragilidade da população para ampliar a sua gama de crimes na região".

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook