• Lido deve receber modificações na coleta de lixo antes do verão




    Durante a vistoria realizada nesta segunda-feira (29) na Praia do Forte, visando às adequações para o Projeto “MPF Praia Limpa”, do Ministério Público Federal, o procurador da República, Leandro Mitidieri solicitou aos coordenadores do Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira, de Posturas, Alexandre Lopes, e ao presidente da Comsercaf, Luiz Cláudio Gama, uma ação emergencial para sanar o problema do acúmulo de lixo no trecho da Praia do Forte conhecido como Lido.

    Caberá à coordenadoria de Meio Ambiente e à Comsercaf, a elaboração de um projeto para adequar o despejo e a coleta de lixo no local, uma vez que há a proximidade da Duna Preta, uma área de proteção ambiental.

    “Precisamos fazer um trabalho de conscientização da população local para o descarte correto do lixo, para que se evitem danos ambientais. São recorrentes os reparos na cerca que isola a Duna Preta. Nesta vistoria, por exemplo, já identificamos que, justamente onde estão as caçambas de lixo, a cerca está violada. Será necessário, também, o reparo do muro de contenção, que está erodido e vem misturando o saibro do aterramento com a areia da praia”, explicou o coordenador de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira.

    A Comsercaf deve mudar o tipo de equipamento coletor de lixo que há no local, trocando as duas caçambas por equipamentos mais modernos.

    “A ideia é trocar as caçambas por quatro recipientes de dois mil litros, cada, com tampas, e posicioná-los longe da Duna Preta, em um local com cobertura, para evitar que o lixo molhe em dias de chuva e facilitar tanto o depósito do lixo por parte dos moradores quanto o trabalho de recolhimento, da nossa parte”, afirmou Luiz Claudio Gama, presidente da autarquia.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook