• Divida deixada por administração anterior é paga e Ginásio volta a ter energia elétrica.



    A energia elétrica do Complexo Esportivo Aracy Machado, que abriga o Ginásio Poliesportivo Alfredo Barreto, no Itajuru, foi restabelecida nesta segunda-feira (27). O local estava às escuras há oito meses por falta de pagamento. A dívida com a Concessionária de Energia Enel era de R$ 29 mil e foi paga há dez dias, mas como os cabos da casa de força haviam sido furtados, foi preciso fazer uma nova instalação. Sem iluminação, todo o funcionamento do Complexo Esportivo ficou comprometido e as atividades que aconteciam no ginásio precisaram ser suspensas. No local, funciona a sede da Secretaria de Esportes e Lazer.

    O prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano Moreno, esteve no Complexo no início da noite e comentou a importância do restabelecimento da energia.

    “Depois desses meses todos nós conseguimos, com sacrifício imenso, acertar as nossas pendências e a luz está acesa. É o resultado de um trabalho coletivo, de toda uma equipe. Estou muito feliz de estar aqui e saber que em breve os nossos atletas vão contar com o poliesportivo para praticar seus esportes”, comentou Dr. Adriano, que ressaltou ainda que “foi dada a largada para Cabo Frio entrar na lista dos municípios que valorizam o esporte”.

    Além da falta de energia, a gestão atual encontrou o ginásio numa situação precária. Os problemas estruturais começam na quadra, que está interditada pela Defesa Civil desde setembro do ano passado. No teto, as treliças tortas apontam para o perigo de desabamento. A tabela de basquete está danificada e uma rachadura na arquibancada preocupa. Além disso, janelas quebradas facilitam a entrada de pombos, que sujam todo o chão e são perigosos para saúde humana. Sem falar nas goteiras que molham todo o chão. Nos vestuários foram encontrados vidros quebrados, armários enferrujados e sem porta, torneira e chuveiros quebrados, vasos entupidos, portas sem maçaneta, muita infiltração nas salas e corredores e paredes sujas.

    Em uma área ao lado do ginásio existe uma cozinha, que está com telhado danificado, geladeira sem porta e fogão sem botijão de gás. A sala usada para aulas de zumba e treinamento funcional também está com uma parte do telhado quebrado. A rede de proteção da quadra externa de futebol Society apresenta buracos e está sendo sustentada pelo poste. O cadeado do portão auxiliar está danificado, o que permite o acesso de qualquer pessoa. A equipe da Secretaria de Esportes fez a limpeza de todo o espaço assim que assumiu a gestão.

    O Complexo foi construído em 2004 e nunca passou por uma reforma. O local abriga uma pista de atletismo, que ainda falta ser finalizada; um campo de futebol; uma quadra de futebol society e quatro prédios anexos: um funciona a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro, os vestiários; e outros dois galpões para atividades físicas. Além disso, faz parte do complexo o ginásio, com capacidade para 3.500 pessoas, sala de musculação, quadra, vestiários, sala de reuniões e a sede da Secretaria. As atividades nas salas do prédio devem ser retomadas gradativamente nos próximos dias, bem como as atividades da academia. Porém, a utilização do ginásio ainda não tem previsão de retorno.

    O secretário de Esportes, Flávio Rebel, comentou sobre o momento: “Agora temos um teto para cuidar, mas a gente já consegue atender as pessoas, com a luz a gente já consegue funcionar melhor, nem ofício ou memorando a gente conseguia emitir. O ginásio com a luz a gente consegue ter aulas, musculação e outras modalidades”, finalizou.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook