• Ciclista de olho na natureza, nas trilhas das praias da Região.



    O Peró não é bom somente para banhos de mar e contemplação da natureza. Os esportistas estão descobrindo a praia para uma série de esportes radicais, de competição ou não. É o caso do Pedala Brava, um grupo de ciclistas de Búzios e inclui o Peró nos circuitos de pedal que fazem praticamente todo o fim de semana. À frente, o veterano Roberto Vilhena, de 57 anos, um jovem que trabalha há 25 anos com trilhas de moutain bike e lidera os passeios e treinos.

    O grupo saiu de Búzios, cruzou a Serra das Emerências, deu uma paradinha para fotos no Pontal do Peró e percorreu os 7,2 kms da Praia do Peró até o Costão das Conchas. Como ninguém é de ferro, os ciclistas pararam para um lanche e mergulhos nas águas cristalinas da Praia das Conchas que, finalmente, estavam sem a desordem de ambulantes e barracas que no Carnaval ocupavam boa parte da faixa de areia junto ao mar.

    -- Pedalar no Peró e estar em contato com a biodiversidade e natureza ímpar do lugar, desde a trilha que permeia a APA do Pau-Brasil até o Parque da Costa do Sol. No caminho, a extensa faixa de areia branca e dura que forma uma pista natural para pedalar a beira-mar, com o mar cristalino de um lado e as dunas com a vegetação nativa protegida de outro, além do maciço de montanhas que abraça a praia e conforta nossos olhos – disse a ciclista Amana Vilhena, de 32 anos, que é paisagista e filha de Vilhena.

    O grupo Pedala Brava conta com ciclistas de todos os níveis, amadores e profissionais, que saem para pedalar regularmente pela cidade e nos finais de semana fazem trajetos mais longos, praticando o mountain bike nas inúmeras trilhas e praias da Região dos Lagos.

    -- Além de pedalar, o grupo faz um trabalho de monitoramento ambiental e recuperação de áreas degradadas. Somos uma espécie de vigilantes da natureza em duas rodas – conclui Amana.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook