• "Suspeitos do roubo e atropelamento no Braga conseguiram fugir. Ouvimos e liberamos uma vítima." - Esclarece a polícia Civil, em Cabo Frio.



    Neste final de semana uma ocorrência policial ganhou notoriedade por conta da informação equivocada de seu desfecho. O caso aconteceu no sábado ( 13) quando elementos roubaram uma vítima no Boulevard Canal, em Cabo Frio, Região dos Lagos. Os bandidos levaram o carro e fugiram em alta velocidade pela Rua Jonas Garcia ( beira do Canal do Itajuru) em direção a rodoviária. A pm foi avisada sobre o roubo e ficou em alerta. Os criminosos, durante a fuga, perderam o controle do veículo e atingiram 04 pessoas que estavam em um restaurante no bairro Braga. Após o acidente, os criminosos fugiram. Só que uma informação,  que não foi divulgada, é que os ladrões mantinham dentro do carro outra vítima de assalto, que foi obrigada a entrar no carro. O jovem era mantido com uma faca no pescoço e só conseguiu escapar quando houve a colisão. Quando os bandidos fugiram, a vítima muito nervosa, saiu do carro correndo em direção a delegacia para pedir ajuda, sendo abordado por um "Motoboy", já na porta da delegacia.  Esta vítima deu o depoimento na delegacia, ouvida e liberada. Inclusive a dona do veículo não o identificou como um dos assaltantes. 
    "Os bandidos conseguiram fugir sem serem identificados. Ouvimos uma vítima. Reafirmando : A pessoa que foi ouvida e liberada era uma das vítimas de assalto. Nenhum suspeito foi apresentado na delegacia, infelizmente. Não sei como esta informação equivocada saiu na imprensa. Estamos sempre prontos para esclarecer qualquer informação. Fico triste que a informação divulgada seja uma inverdade ." Declarou Dr. Lauro Coelho, delegado que acompanhou o caso.  No depoimento dos policiais militares na delegacia não informa a apresentação de suspeitos do roubo. A vítima que pediu socorro na delegacia é moradora do Jardim Caiçara, Cabo Frio. 

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook