• Vereador declara : "O prefeito deve R$ 36 mi e quer um empréstimo de mais R$ 25 mi. Teve contas reprovadas pelo TCE e governa com liminar."



    Na sessão da Câmara Municipal de Búzios o presidente, João Carlos, discursou a respeito da mensagem do prefeito solicitando um empréstimo de R$ 25 milhões. No pedido do executivo, foi explicado que receitas futuras com os Royalties de petróleo e tributos municipais seriam dado como garantia do pagamento. No início do ano os vereadores cancelaram um pedido de empréstimo no valor de R$ 30 milhões alegando que não havia explicação suficiente para o destino do dinheiro e como seria gasto. Desta vez, liderando a oposição o vereador, que não vota por ser o presidente da casa, declarou : 
    " O prefeito, que hoje administra a cidade por força de liminar, que pode nem terminar o mandato, deve hoje R$ 10 milhões ao Búzios Prev, está pagando parcelas de uma dívida de R$ 26 milhões ao INSS, utilizou o dinheiro de tributos municipais em serviços públicos sem eficiência, mas oferece uma merenda de péssima qualidade as nossos estudantes. Hoje (28) por exemplo tivemos a informação que serviram apenas arroz com feijão nas escolas. Falta iluminação pública e isso é questão de segurança pública. Ruas esburacadas, falta remédio, exames demoram meses para serem feitos. Ele está com suas contas de 2016 reprovadas pelo tribunal de contas do Estado. Vereadores, o problema da nossa cidade não é falta de dinheiro e sim falta de gestão, falta de responsabilidade com dinheiro público. A nossa cidade é a sétima cidade mais rica do Estado. Somos comparados a uma Ferrari, sendo guiada por um Bêbado. Peço que não aprovem o empréstimo." Finalizou o Vereador.
    Nos bastidores da câmara há quem diga que sem a Vereadora Gladys Costa, que está hospitalizada, os vereadores da base terão mais liberdade de aprovar os pedidos do governo, sem um discurso de oposição, mas o Vereador Cacalho mostrou que não está em cima do muro, situação atribuída a outros vereadores que anteriormente se mostravam oposição, mas que ao final de 11 meses não mostram a mesma opinião. 
    O povo está de olho nesta matéria que agora foi para a comissão de justiça e deve retornar para votação.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook