• Palestras e apresentações culturais marcam abertura da Semana de Educação Inclusiva em São Pedro da Aldeia





    A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Educação, iniciou na última terça-feira (17) a IV Semana de Educação Inclusiva do município. Com o tema “Ação Pedagógica: práticas de empoderamento e participação na Educação Inclusiva”, a programação contou com palestras e apresentações culturais, com tradução simultânea de libras. Estiveram presentes na solenidade o secretário de Educação, professor Walzi Sampaio, a subsecretária Pedagógica, Isabel Mendes, a diretora de Educação, Júlia Regina, e o diretor de Educação Inclusiva, Diogo Souza.

    A programação teve início com a exibição de um vídeo dos alunos da Escola Municipal de Educação Especial Pedro Paulo Lobo de Andrade (EMESPP) e a palestra “Autismo e os desafios da Aprendizagem”, ministrada pela orientadora Educacional e psicopedagoga, Pâmela Azevedo, dando sequência com apresentação cultural, ao som da música “Trem Bala”, de Ana Vilela, que emocionou a todos os presentes. A segunda palestra abordou a temática “A importância do professor na Educação Inclusiva” e foi ministrada pela professora da Universidade Veiga de Almeida, a psicóloga e psicopedagoga, Adriana Souza.

    Segundo o diretor da EMESPP, Adriano Vaz, a participação dos alunos da unidade na Semana de Inclusão de São Pedro da Aldeia foi de grande importância. “A educação precisa ser para todos, criando sentidos, abrindo possibilidades, permitindo a participação e estando conectada com a realidade. A nossa escola está sempre buscando maneiras de aumentar e melhorar a qualidade de atendimento aos nossos queridos alunos especiais. As apresentações deles no seminário emocionaram e contagiaram a todos. Eles brilharam e estão de parabéns”, afirmou.

    Os integrantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) deram um show com cinco números musicais, dentre eles a coreografia da música “Despacito” e performances cover do cantor Michael Jackson. Os alunos do Projeto Jovens Pianistas aldeenses também realizaram apresentações, recebendo aplausos de todos.

    Durante o período da tarde, os participantes puderam aprender um pouco mais com as palestras “O papel da Orientação Educacional na articulação entre a prática da sala de recursos e a sala de aula regular”, ministrada pela orientadora Educacional e psicopedagoga, Mariana Faria, e “A prática da sala de recursos”, conduzida pela inspetora escolar e professora da sala de recursos de Armação dos Búzios, Geane Patrícia.

    O diretor da Educação Inclusiva de São Pedro da Aldeia, Diogo Souza, comentou sobre a proposta do evento. “São anos desenvolvendo esse trabalho da Semana de Educação Inclusiva com o objetivo de trazer para população aldeense a ideia da inclusão e a noção de fazer com que as pessoas entendam que, como sociedade, precisam ser inclusivos”, disse.

    Nesta quinta-feira (19), a programação continua com a mesa redonda no Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR), abordando as temáticas “Autismo e as práticas pedagógicas”, “Contribuições da análise do comportamento para inclusão escolar”, “Comunicação alternativa e tecnologia assistiva na educação” e “O TDAH e as práticas pedagógicas”. Para cada debate são disponibilizadas 30 vagas.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook