• Cabo Frio vai aplicar recursos dos Estacionamentos no Meio Ambiente.



    Os recursos arrecadados nos estacionamentos do Peró na alta temporada serão aplicados na manutenção das áreas de preservação de Cabo Frio, com prioridade para os ecossistemas da Ilha do Japonês e das Praias do Peró e das Conchas. A garantia foi dada pelo coordenador de Meio Ambiente de Cabo Frio, Eduardo Pimenta, durante a reunião do Conselho Gestão do projeto Bandeira Azul, realizada no Hotel La Plage.

    Segundo Pimenta, os recursos serão destinados ao recém-criado Fundo Municipal do Meio Ambiente (FMMA), destinado a garantir a preservação das riquezas naturais da cidade. Ele adiantou que os estacionamentos serão explorados por empresas privadas escolhidas através de licitação. Descontadas as despesas com gestão, o restante será destinado ao meio ambiente.

    -- Será criado um bolsão de estacionamento fora do Peró e os banhistas serão transportados em jardineiras até as praias. A intenção é diminuir drasticamente o número de vagas e ao mesmo tempo o impacto nas áreas de conservação. Serão feitos estudos de capacidade de carga e acreditamos que o número de vagas neste bolsão não passarão de mil – previu Pimenta.

    QUIOSQUES

    A legalização dos 17 quiosques da orla do Peró foi o principal assunto debatido na reunião do Conselho Gestor. Ficou decidido que a Associação de Engenheiros e Arquitetos (Asaerla) fará um projeto de ocupação da orla do Peró para que o município solicite o Registro Imobiliário Patrimonial (RIP) ao Serviço de Patrimônio da União (SPU) para que depois a Prefeitura faça a cessão de uso aos quiosqueiros. A legalização dos quiosques é uma das exigências prioritárias do programa Bandeira Azul, certificado internacional de qualidade de praias.

    -- A Bandeira Azul é de grande importância não somente para o Peró como também para Cabo Frio. Na próxima reunião vamos apresentar o plano para fechamento da orla aos carros já no próximo verão – disse Eduardo Pimenta.

    Presidente do Sindicato dos Hotéis de Cabo Frio, Carlos Cunha também participou do encontro:

    -- A Bandeira Azul irá qualificar a nossa praia para o turismo internacional – afirmou Cunha, que é hoteleiro no Peró.

    Participação da reunião os integrantes do Conselho Gestor, moradores, veranistas, hoteleiros, comerciantes, professores e o presidente da Asaerla, Luiz Sérgio. A Secretaria de Planejamento não mandou representante. Foi discutido também o plantio e padronização dos jardins de ipomeas (plantas fixadoras de dunas) ao longo da praia, dando continuidade ao plantio feito com sucesso pelos integrantes do Ondas do Peró e Amigos do Peró. No Dia 23 de setembro, serão realizadas várias atividades na praia em apoio ao projeto Bandeira Azul. Será “O Dia do Peró”.

    -- Estamos no ano do Turismo Sustentável da Organização Mundial do Turismo. A Bandeira Azul para a praia do Peró é uma ação importante para aumentar a potencialidade e a divulgação do Rio de Janeiro como destino turístico sustentável. O Peró, em Cabo Frio, e a Prainha, no Rio de Janeiro, serão cada vez mais visitadas por turistas conscientes da importância da sustentabilidade. Irão servir como pontos de conscientização de turistas e cidadãos – disse o vice-presidente da TurisRio e presidente da Comissão de Turismo da OAB-RJ, Hamilton Vasconcellos.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook