• JUSTIÇA - Elemento que estuprou turista, na frente do filho, em Geribá, Búzios, é condenado a 17 anos.

    A Justiça condenou a 17 anos, em regime fechado,  Jonathan Resende de Oliveira, que foi acusado por roubar e estuprar uma mulher, na frente de seu filho de 4 anos, na Praia de Geribá, em Búzios, Região dos Lagos. O crime aconteceu em fevereiro deste ano, período de alta temporada em uma das mais famosas praias do país.  
    A decisão foi proferida pelo juiz Marcelo Alberto Chaves Villas, titular da 2ª Vara da Comarca de Arraial de Búzios, pelos crimes de roubo qualificado e estupro. “As consequências do delito são graves, vez que a vítima ficou com sérios transtornos psicológicos, principalmente quando está em vias públicas tem crise de pânico. Certamente este crime lhes deixaram traumas para o resto de suas vidas. Pelo exposto, sopesando-se todas as circunstâncias desfavoráveis e a gravidade do delito, entende o juízo que a reprimenda deve ser severa”, destacou o magistrado na sentença do dia 19 de junho, publicada na última segunda-feira.
    O crime
    No dia 12 de fevereiro, por volta das 17h, o condenado, em posse de uma arma de brinquedo, com dois comparsas, rendeu a vítima que estava com o filho no carro e fez os dois reféns no banco do carona. Após ameaças, roubou documentos, celular e cartões bancários e levou o veículo com mãe e filho para uma praia deserta próxima à estrada municipal que liga o município à Cabo Frio, onde a mulher foi estuprada por duas vezes, na segunda, na frente de seu filho.
    O juiz também destacou o fato de o crime ter sido cometido à luz do dia, em uma praia com grande movimentação de turistas. “Chamo atenção para a ousadia do acusado que praticou o crime em plena luz do dia, durante a alta temporada de turistas, em um bairro próximo a uma praia famosa nacionalmente e internacionalmente, qual seja, praia de Geribá”, ressaltou.
    Fonte : Odia.ig

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook