• Câmara de Arraial do Cabo decide : Bebidas alcoólicas somente até as 22 horas nos postos de combustíveis.





    A sessão de sexta-feira (06) foi longa e polêmica, isso porque a casa votou um Projeto de Lei, de autoria do vereador Luciano Farias (Tequinho), que proíbe a comercialização de bebidas alcoólicas no posto de gasolina e na loja de conveniência do local. A justificativa, de acordo com o vereador, é que o consumo do álcool está gerando consequências ruins para o local, como brigas e consumo de outras drogas. Representantes da igreja católica e o pastor da igreja metodista compareceram na sessão, a fim de apoio o Projeto de Lei. O dono da Loja de conveniência também esteve no local e usou a tribuna para explicar a situação. Segundo ele, a culpa não é do comércio em si, mas das pessoas e também da falta de segurança por parte da polícia militar. O momento contou ainda com uma oração, onde o pastor José Pedro orou pelo município de mãos dadas com os vereadores. 

    Vereador Luciano Tequinho.

    O Projeto 044/2017 foi comentado pelos vereadores, que aprovaram com uma emenda modificativa proposta pelo vereador Thiago Félix (Fantinha), onde diz que a bebida alcoólica será proibida no período das 22h às 6h. De acordo com Thiago, a emenda busca criar um equilíbrio entre as duas partes, inibindo o consumo na madrugada sem prejudicar o comerciante. O projeto estende-se aos comércios das redondezas, como a banca de jornal, localizada em frente ao posto de gasolina, que também comercializa bebidas alcoólicas e funciona até tarde da noite.

    Embora tenha sido aceito por unanimidade, o Projeto foi bastante comentado. Ayron Freixo, vereador e também Presidente da Casa, falou que a proibição é uma medida boa, porém paliativa. Segundo ele, o problema deve ser eliminado com medidas educativas e sociais para os jovens, dando oportunidade de entretenimento, formação, cultura e esportes.

    - Devemos ter a consciência que essa medida será positiva, mas não é o fim do problema. Quem consome álcool ali, pode consumir em outro local e tornar esse local propicio a outras coisas, como estava acontecendo no posto. Precisamos unir forças juntamente com o executivo, as escolas, as famílias e a igreja para dar uma solução e por fim nesse problema que vem assombrando a cidade. Temos que educar nossos jovens, incutindo neles o que o excesso da bebida pode causar. O problema não é o fato de beber e sim da bebida virar um hábito e abrir portas para outras coisas que podem ser danosas para a população e para município -, comentou durante a sessão.

    No discurso, dono da loja de conveniência, Sr. Cesário, afirmou que quer somar para a cidade e que está de acordo com o horário estabelecido.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook