• Eleição para presidência da Colônia dos Pescadores em Arraial teve a presença de homens da Federal.



    A presença da Polícia Federal levantou muitos boatos no local.


    A Guarda Municipal esteve presente no local de votação.

    Um bom número de pescadores participaram da eleição.


    A fila para a votação estava tranquila.

    O galo cantou, o sino da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios bateu, começa o dia na cidade de Arraial do Cabo e por volta das 8 horas da manhã teve início a votação para a escolha do novo Presidente da Colônia dos Pescadores, no clube Apolo.  Por volta das 8h15 já tinha confusão. Acusações, levantamento de suspeitas, citações, presença política junto aos candidatos, empurrões e claro não pode faltar o tradicional "uska".  Só depois com a presença da Guarda Municipal e da Polícia Militar é que os ânimos se acalmaram, mas isso não amenizou os discursos apontando manipulações e patrocínios por parte dos candidatos .  A situação foi tão complexa que no final da manhã,  a presença de Policiais Federais chamou a atenção de todos os presentes. Não ficou claro qual o motivo da aparição da PF, mas deixou muitos imaginando várias situações. 


    Miscilene, Eraldo e Tuquinha disputam a presidência da colônia dos Pescadores .

    Três nomes disputam a presidência nesta eleição que acontece até as 17 horas. Na Chapa 1 a candidata é Miscilene que já foi presidente. Na Chapa 2 está o ex presidente da Aremac, Eraldo. E na Chapa 3 está o candidato Tuquinha. Cada um com um discurso mantendo o foco no pescador .  
    "A eleição da Colônia, infelizmente, não é mais visando o pescador e sim uma questão política. Várias pessoas suspeitas em uma comissão que não apresenta confiança, pelo contrário, levanta desconfiança. Temos uma pessoa que não assinou a Ata na última eleição está presente na mesa hoje. Como pode isso ? Mas mesmo diante destas dificuldades, a nossa chapa vencerá e dará liberdade aos pescadores." Declarou Tuquinha.

    Miscilene não quis comentar sobre as afirmações citadas por Tuquinha e voltou seu discurso em direção a categoria.  "Começou um pouco nervosa a eleição, mas agora estamos num clima amigável. Na verdade cada chapa está aqui para defender os interesses dos pescadores e somos todos amigos . Não podemos brigar entre nós. A chapa que vencer vai tomar conta de todos nós pescadores." Finalizou.

    Por último, Eraldo, pela Chapa 2, não poupou a presença política na campanha pela presidência da colônia . "Eu venho para defender o lado do pescador. Sou candidato e não tive apoio de Prefeito, ex prefeito, vereador ou ex vereador. Trabalhei durante 11 anos na Aremac que me capacita a assumir uma posição tão importante para o pescador. Me entristece é saber que o  profissional se vende a política ,misturando as coisas  e se tornando refém deles. Quem perde é a família cabista que sobrevive desta profissão. Isso é vergonhoso e muito feio. " Disse o candidato apontando para compra de votos e boca de urna. 

    Morador de Arraial do Cabo, Umberto Cunha, declarou para a reportagem  : " Não tem um candidato que preste. Todos estão envolvidos com políticos. Isso tudo é uma vergonha. Onde tem dinheiro há disputa pelo poder." Finalizou revoltado com o cenário encontrado .

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook