• VEJA O VÍDEO - População se revolta contra casal, motivada por um áudio de whatsapp, em Araruama.

    O carro foi destruído pelo fogo. 


    Vídeo gravado por um leitor do site.




    População cercou o carro e agrediu o casal.



    A polícia militar foi acionada para conter cerca de 200 pessoas que cercaram um automóvel Escort na Rua Horácio Vieira, no bairro Mutirão, em Araruama e pretendiam linchar um casal. A motivação foi um áudio amplamente divulgado através do Whatsapp, onde um homem afirmava que um casal, em um Escort, teria tentado assediar uma criança. Isso foi o bastante p
    ara que populares atribuíssem ao casal a suspeita. Os moradores cercaram o carro, quebraram os vidros, até que conseguiram retirar o casal de dentro do veículo, agredindo-os. Depois uma mulher ateou fogo no carro. Todos foram levados para a delegacia. O casal com escoriações pelo corpo. Se a Pm e a Guarda Civil não tivessem chegado a tempo haveria uma tragédia na cidade.
    Até o momento não houve confirmação da suspeita sobre o casal. Autoridades acreditam que tudo tenha sido gerado por conta de um boato. Não seria a primeira vez que isso aconteceria na cidade . Recentemente populares cercaram a delegacia quando ouviram um boato que o autor da morte de um menino de 13 anos teria se entregado.  A polícia também precisou intervir neste caso.
    Mas e agora? Quem é o responsável ? Cadê o pai que gravou o áudio? São perguntas que precisam ser respondidas. 
    Vale lembrar que vivemos num país onde fazer justiça com as próprias mãos é contra lei. O linchamento é crime. Eu compreendo que em muitos casos nos frustramos com a demora na resolução dos casos, mas não podemos validar uma revolta onde vidas estariam em julgamento sem direito a defesa. Fica a nossa opinião.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook