• Novas eleições em Araruama.

    A prefeita Lívia de Chiquinho (PDT) foi cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Araruama. A juíza condenou a política por fraude eleitoral. A pedetista, no entanto, só sai do cargo quando o TRE confirmar a sentença. Cabe recurso.
    O advogado Carlos Magno de Carvalho, cujo escritório propôs a ação, afirma que o ex-prefeito Chiquinho usou a atual prefeita para voltar ao poder. 
    - É uma fraude eleitoral. Ele está inelegível e não pode concorrer. Então, usou a mulher para chegar ao poder. O mote da campanha era "vota nela que ele volta". Hoje, está mandando na prefeitura. O direito eleitoral visa evitar que qualquer ato fraudulento possa interferir na vontade do eleitor . O que o casal fez foi driblar a boa fé do cidadão e também a própria Justiça que o deixou inelegível - explica.
    Fonte : Folha dos Lagos.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook