• Empresa universitária de consultoria inicia atendimento à comunidade.



    A Precisão Consultoria Jr., empresa júnior da Universidade Veiga de Almeida (UVA), em Cabo Frio, entregou os primeiros trabalhos aos clientes. Os dois estudos referem-se à análise de viabilidade da legalização de microempreendedores individuais. A Precisão oferece uma série de serviços aos empreendedores que almejam a legalização e soluções customizadas para micro e pequenas empresas de toda a Região dos Lagos.

    Entre os trabalhos oferecidos estão atividades da área de recursos humanos e gestão de pessoas, estruturação de negócios, definição de organograma, legalização trabalhista, mapeamento de processos de produção e dúvidas do cotidiano empresarial. Todo o trabalho é realizado por alunos, sob a orientação de professores da universidade. Participam das atividades alunos dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Psicologia, Comunicação Social e Engenharias.


    O coordenador do curso de Administração da UVA, professor Marco Antônio Lopes Faria, ressalta a importância das empresas juniores para a comunidade, pois são entidades sem fins lucrativos, que prestam serviços essenciais com taxas diferenciadas. “O trabalho realizado se iguala ao das empresas existentes no mercado, pois passam pelo crivo de professores especialistas em diversas áreas, e com um custo que cabe no orçamento, especialmente das empresas menores e de pessoas que almejam empreender ou encontram-se na informalidade”, explica o professor.

    O primeiro contato com a Precisão Consultoria pode ser feito pelo site  https://www.ejuva.net/ ou e-mailprecisaojr@gmail.com. Em seguida, os consultores entram em contato para marcar uma entrevista e dar início ao atendimento da demanda apresentada.


    Patrícia D’elane Pereira Araújo é a primeira cliente da Precisão. Ela procurou a consultoria para obter informações seguras sobre abertura e formalização como Microempreendedor Individual (MEI). A estudante do 7º período de Administração, preocupada com a instabilidade do mercado de trabalho, decidiu empreender, trabalhando com venda direta e importação de produtos originais. O trabalho como autônoma deu certo e Patrícia já vislumbra novas possibilidades. “Quando entrei na faculdade, almejava um bom emprego. A faculdade ampliou minha visão em relação ao empreendedorismo e me deu segurança para dar o primeiro passo”, destaca, citando que procurou a consultoria pois tem tido sucesso na área escolhida e pretende solidificar o negócio. “O trabalho de consultoria foi muito esclarecedor”, enfatiza, acrescentando que a equipe foi muito prestativa. O plano de viabilidade foi entregue na última sexta-feira (7).

    Há alguns meses, Jéssica Rosalino, de 24 anos, não tinha nenhum vínculo empregatício formal e não estar recolhendo para a aposentadoria futura gerava uma certa angústia. Licenciada em biologia e artesã, sempre teve renda informal. Nesse momento decidiu procurar a Precisão, para saber se era viável se legalizar como MEI, contribuindo com a previdência. “A equipe sempre foi muito atenciosa, ouviu minhas necessidades e apresentou uma proposta personalizada”, relata Jéssica, citando que no meio do processo houve uma “reviravolta”, pois foi chamada para tomar posse num concurso público. “Assim como mudou a minha necessidade, a Consultoria teve a sensibilidade de mudar a pesquisa”, diz a cliente. O plano apresentado na última terça-feira (12) destaca o processo de formalização da MEI, acrescentado de possibilidades existentes no mercado para a ampliação do valor da aposentadoria no futuro, como os planos de previdência privados e os títulos do Tesouro Nacional. “Muitas vezes desconhecemos os programas existentes ou não sabemos onde buscar as informações. A Consultoria apresentou informações compactadas, que possibilitam optar pela melhor escolha”, compartilha a jovem.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook