• Empreiteiro coloca mulher e filhos dentro de um carro para impedir que seja rebocado pelo Detro, em Cabo Frio.

    A família está dentro do carro e se recusa a sair . 
    "Meu carro está com todos os documentos em dia e não há razões para rebocá-lo. Eu estava levando meus funcionários e familiares." Declarou Fábio Coimbra.


     E agora ? A situação está sobre a mesa. 

    Na manhã de hoje (23), a polícia militar, Guarda Municipal e o DETRO estavam realizando uma operação para coibir o transporte alternativo irregular na cidade de Cabo Frio, quando abordaram o automóvel Doblo, que segundo a polícia estava com passageiros vindo para a cidade de Cabo Frio. A abordagem aconteceu no bairro Jardim Esperança. No momento em que o veículo foi parado o motorista alegou que na verdade não estava fazendo lotada. Os ocupantes do carro foram liberados, então o motorista ligou para a família ( esposa e filhos menores ), que rapidamente atenderam. Quando chegaram no local, entraram no carro e agora se recusam a sair do veículo para impedir que o Detro o leve para o depósito . Todos foram para a delegacia de Cabo Frio, onde a família permanece dentro do carro, sem resolução para o caso.

    A Versão do motorista .

    Ele se chama Fábio Coimbra, conhecido como Fábio Empreiteiro. Diariamente leva funcionários para as obras em que trabalha. No caminho para Cabo Frio, já com 4 pessoas dentro do carro, parou num ponto de ônibus para pegar sua ex esposa e um filho. "Esse foi o meu único erro, parei em um ponto. Mas o que você faria? Deixaria seu filho no ponto? Era só me dar uma multa. Conheço os meus direitos. Os documentos do carro estão em dia. " Disse o motorista . A equipe do Detro estava com um carro descaracterizado e o abordou no bairro Jardim Esperança afirmando que estava fazendo lotada. Mesmo diante da negativa, argumentando sobre os ocupantes do veículo, o Detro insistiu em rebocar o carro. Com este cenário pronto, o motorista ligou para a família ( esposa e dois filhos, um de 11 e outro de 4 anos )  e então formou a situação atual. Telefonou para um advogado que está a caminho para a cidade de Cabo Frio para tentar resolver o caso. "Cara, a gente não pode nem levar a família, que o Detro acha que é lotada. Tem que parar com isso. Eram meus funcionários, meu filho e minha ex esposa." Disse o empreiteiro afirmando que leva os funcionários para as obras nas cidades de Cabo Frio, Búzios e São Pedro.  
    Na delegacia, com o carro parado e a família dentro, quando há a necessidade, um deles sai do veículo para usar o banheiro ou comprar algo para comer. 

    A equipe da polícia civil informou que o caso é administrativo, que as evidências do transporte alternativo, no caso os passageiros que estavam no veículo e foram liberados, não existem mais. E que por enquanto não apresentaram provas do crime. O que existe é apenas a versão dos funcionários do Detro.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook