• Vereadores são barrados na porta do hospital de Búzios. Deu Polícia ! Todos acabaram na delegacia.

    Vereadores estão recebendo, todos os dias, famílias se queixando e pedindo ajuda na questão da saúde. Na foto o procurador da Câmara foi questionar qual é a lei que impede a entrada dos vereadores .



    Os vereadores ficaram indignados com a ordem para barrar a entrada daqueles que são fiscalizadores das ações do poder público.

    A Guarda Municipal foi orientada a impedir a entrada dos vereadores 
    Todos foram parar na delegacia de Búzios.



    Uma mulher que está internada no Hospital Dr. Rodolfo Perissé, aguardando uma cirurgia para retirada de uma pedra na vesícula expôs na rede social sua agonia por conta do descaso do atendimento da saúde na cidade de Armação dos Búzios. Segundo ela, há cerca de 9 dias, com dores, aguarda a autorização para realizar um exame, pois a pedra teria se deslocado e a cirurgia só pode ser feita após descobrir sua localização. Sem resposta no hospital e contando apenas com o carinho dos funcionários, a paciente pediu ajuda . Os vereadores Gladys Costa, Josué Pereira, Dida Gabarito, Walmir Nobre e Cacalho que é o presidente da câmara, foram até o hospital para verificar o que estaria acontecendo e por incrível que pareça foram barrados. Segundo os vereadores, a ordem para o impedimento de sua entrada partiu do Secretário de Saúde, Dr. Wakinin. Indignados, os vereadores questionaram o motivo, já que são os fiscalizadores do povo e os mesmo tem recebido em seus gabinetes diversas denúncias. 
    "A população está morrendo com esta administração. O governo mantém câmeras para pressionar os funcionários dentro do hospital o que poderia ser inclusive ser questionado se isso não é um assédio moral." Declarou Walmir Nobre que na semana passada chegou a se emocionar citando que um morador faleceu por causa de um procedimento mal feito.
    O Procurador da Câmara foi chamado e questionou que lei é essa que impede os vereadores de verificar a atuação do executivo . 
    " Isso é um absurdo, parece que não quer ser fiscalizado, mas nós não vamos permitir que o povo sofra na mão deste prefeito. O mais impressionante é que o procurador do município, enviado para dar apoio ao secretário de saúde recém nomeado, não conhecer o presidente da câmara da cidade onde trabalha. Como é que pode ?" Declarou Gladys revoltada com situação e insistindo para ver a situação da paciente. 
    O presidente da Câmara, João Carlos, o Cacalho, se mostrou totalmente contrário ao comportamento do Secretário de Saúde em barrar os vereadores . "O governo precisa entender que a população não pode ser boneco. Estamos tratando de vidas, famílias, pais, mães, filhos e ninguém que procura a saúde procura porque gosta. Procura por que precisa e nós como representantes precisamos dar isso ao pescador, ao empresário, ao aluno da rede pública e a qualquer um. Vamos para a delegacia resolver isso agora." Finalizou o presidente junto com a viatura que chamou até o hospital . Como autoridade da cidade de Búzios, os vereadores deram voz de prisão. 
    Na delegacia todas as partes foram ouvidas . 

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook