• Sede do Museu do Surf será aberta ao público neste sábado (11)

    Será neste sábado (11) a tão esperada abertura do Museu do Surf no prédio da Praça da Cidadania, em frente ao Teatro Municipal de Cabo Frio. O prédio foi construído na gestão anterior do prefeito Marquinho Mendes para abrigar o acervo, mas, com a troca de governo quatro anos atrás, teve que sair do local. O lançamento será às 20h e o evento é aberto ao público.

    “O prefeito construiu o prédio para abrigar o museu. Ele acreditou no projeto eu estou muito feliz por retornar ao prédio da Praça da Cidadania. Essas peças não poderiam ficar guardadas. Cabo Frio e o mundo precisam ter acesso a esse acervo que conta a história do esporte”, conta o curador do museu, Telmo Moraes.

    Os visitantes vão poder apreciar um acervo composto de peças raras do mundo do surf. Na comemoração não poderia faltar música, e essa tarefa ficará por conta da banda Surf City.


    O museu é o maior do gênero das Américas Latina e Central e o terceiro maior do mundo. Guarda relíquias que contam a história do surf mundial e também de grandes nomes da modalidade. Fazem parte do acervo filmes, documentos, miniaturas, revistas, quadros, troféus e claro, muitas pranchas. No total são 823 pranchas de surf, body board e long board.

    “É uma alegria enorme trazer o Museu do Surf de volta para Cabo Frio. Esse acervo é um patrimônio cultural importantíssimo para a nossa cidade”, afirma o prefeito Marquinho Mendes.


    Para o secretário de Cultura, Ricardo Machado, o Chopinho, o acervo é um importante atrativo turístico e cultural para o município. “Além de disseminar a cultura, é uma forma de atrair turistas do mundo todo para nossa cidade. Estamos resgatando o museu para área central do município, local que nunca deveria ter saído”, comentou o secretário.

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook