• Prefeitura de Arraial vai apoiar, mas não investir no Carnaval. "Temos que ter responsabilidade".

    O prefeito do município de Arraial do Cabo, Renatinho Vianna, deu hoje (26) uma entrevista fazendo um pequeno panorama sobre os poucos dias a frente da administração da cidade. Destacando as dificuldades financeira o prefeito pediu paciência aos moradores e reiterou os compromissos de campanha com todos os setores . Um dos problemas que enfrentou nos primeiros dias  foi com a coleta de lixo, onde afirma ter encontrado uma dívida astronômica com uma empresa de recolhimento e com o aterro sanitário, sendo necessário inclusive, a utilização de forma emergencial, da localidade da Rebeche. Após um acordo e conversas, o trabalho vem sendo realizado deixando a cidade limpa em todos os bairro. 
    Passado o período do início de janeiro, onde Arraial do Cabo viveu períodos conturbados por causa da mobilidade urbana, a grande preocupação agora é com o Carnaval e Renatinho já afirmou que a prefeitura não vai investir na festa. "Estamos com muitas dificuldades financeiras herdadas da última gestão, sendo assim não posso investir no Carnaval devendo na rua. Por isso vamos apoiar logisticamente os blocos, ofereceremos com a guarda municipal o ordenamento das ruas, com relação a saúde vamos realizar plantões para que os munícipes e turistas tenham total cobertura, mas dinheiro pra festa não daremos." Destacou o prefeito lembrando que ontem (25) já começaram os planejamentos para questões de segurança pública.
    O prefeito de Arraial do Cabo falou a respeito dos salários atrasados de contratados da ECATUR, destacando que a prioridade são os servidores de sua gestão, mas os contratados que não receberam ainda vão receber, não se sabe em duas ou três parcelas, conforme o planejamento financeiro da prefeitura. 
    Com relação as obras, falou do bairro da Prainha, se referindo aos quiosques e disse que vai ao governo do Estado para buscar os recursos. Sobre a cultura lembrou das obras paralisadas do Teatro Municipal e o prefeito informou que vai reformar o Centro cultural, onde pode gastar menos recursos e atender aos propósitos da população e da cultura cabista. "O Centro Cultural tem 190 lugares e atende a população. Não é menosprezar a cultura, pois esta também foi  e sempre será minha bandeira" Finalizou. 
    Com o prefeito estava também o líder do governo na Câmara, o vereador Galêgo que elogiou as medidas tomadas pelo novo governo.  

    Patrocinadores

    1 2 3 4 5

    Q Onda Moda Praia

    Facebook